domingo





Sim . Para espanto de uns e desagrado de outros : entrevisto , apuro, redijo , fotografo, edito, diagramo.
Nada demais. Aprendi as lições na faculdade e desenvolvi-as ao longo de minha vida profissional.
Em que outro lugar, além da universidade, tem-se o ensejo de experimentar a maioria das funções existentes em uma redação -- inclusive as situadas naquela estreita faixa que vai do " repórter especial ao editor " -- ?

Honestamente, tão inconcebível quanto a figura do repórter de texto inepto para manusear uma máquina fotográfica e ilustrar a própria pauta, é a do fotojornalista incompetente para desenvolver um lead. Suspeito que não sejam raros os egressos da FAC-UnB a nutrirem a mesma convicção :-).

Há algumas semanas, credenciamos repórteres de jornais japoneses para a cobertura das filmagens de "Gaijin 2". Ambos deslocaram-se para Londrina ( um oriundo do Rio, outro do Japão) devidamente munidos para também fotografarem suas pautas.
Economia para os veículos . Emancipação para os repórteres . E, eventualmente -- uma lástima ! -- , alguma insegurança entre os seus "pares" .



. . . . .

Ilustração : Constantin Veluda - Romênia




Marcadores: , , , , , , ,

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial