sábado

Pensando sobre a "descoberta", generosamente partilhada pela Cláudia, com os leitores de seu "Palavra Aberta" :

Tenho preferido assim , desvelar-me aos poucos. Minha fase afeita a excesso de luz e alarido dista alguns anos .

Engraçado ser referida por outrem nos termos em que referimo-nos a nós mesmos.
Minha apresentação ( no alto, à esquerda ) é absolutamente fiel às minhas (heterodoxas) experiências e ao meu atual estado de ânimo . Mas, vê-la reproduzida , ipsis-litteris , no "Palavra Aberta", causou-me uma certa estranheza.
Pasmo pelo sem-pasmo.
Timidez superada, rubor desvanecido . Antevejo que se explicará a uns poucos o "reducionismo " que, preguiçosa e jocosamente, aplico-me . Minha trajetória não-linear não facilita-ME.


. . . .

Parafr@seando : Perdoem os tímidos ; às vezes, eles não sabem o que fazem :-)



Marcadores: , , ,

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial